Jiu Jitsu… a Suave Arte da Liberdade!

Gracie Barra - Pe

Gracie Barra - Pe

E fez-se um novo mundo…

————————————————————-
# E daquele dia em diante,
# A Menina Zumbi não pode mais
# Se contentar com o Jardim da Gaiola…
# Havia sentido o sabor da liberdade,
# Da espera e da coragem!
# O Menino dos Olhos de Diamante
# Que permanecia em seu mundo,
# Era lembrado em todas as horas,
# Mas agora um novo universo nascia
# E a Menina quis andar, e andar mais ainda…

Anúncios

Primeiros Erros

Kiko Zambianchi – Dinho Ouro Preto
—————————————————

Meu caminho é cada manhã
Não procure saber onde estou
Meu destino não é de ninguém
E eu não deixo meus passos no chão
Se você não entende, não vê
Se não me vê não entende
Não procure saber onde estou
Se o meu jeito te surpreende

Se meu corpo virasse sol
Se minha mente virasse sol
Mas só chove e chove
Chove e chove

Se um dia eu pudesse ver
Meu passado inteiro
E fizesse parar chover
Nos primeiros erros
Meu corpo viraria sol
Minha mente viraria sol
Mas só chove e chove
Chove e chove
———————————————-

# E a Menina Zumbi sorriu a
# Lembrança que tanto guardou  e
# Que ainda a mantinha aqui.
# Sentiu, pensou e sentiu, mas sabia que…
# Quanto mais o tempo passava, mais
# A distância a afastava do
# Menino dos Olhos de Diamante…

——————————————————————

“…Pode ser que um dia nos afastemos…
Mas, se formos amigos de verdade,
A amizade nos reaproximará.

Pode ser que um dia não mais existamos…
Mas, se ainda sobrar amizade,
Nasceremos de novo, um para o outro.”

Albert Einstein

————————————————————————

Invictus!

William Ernest Henley
——————————

De dentro da noite que me cobre,
Negra como a cova, de ponta a ponta,
Eu agradeço a quaisquer deuses que sejam,
Pela minha alma inconquistável.

Na cruel garra da situação,
Não estremeci, nem gritei em voz alta.
Sob a pancada do acaso,
Minha cabeça está ensanguentada, mas não curvada.

Além deste lugar de ira e lágrimas
Avulta-se apenas o Horror das sombras.
E apesar da ameaça dos anos,
Encontra-me, e me encontrará destemido.

Não importa quão estreito o portal,
Quão carregada de punições a lista,
Sou o mestre do meu destino:
Sou o capitão da minha alma.

—————————————————-
# E como à muito tempo desejava,
# Neste dia a Menina Zumbi
# Caminhou sozinha até o mar,
# Sentiu medo por estar
# Fora do jardim da gaiola,
# Mas seu pés a levaram mesmo assim…
# Enquanto se maravilhava
# Com a breve liberdade, pensou
# No Menino dos Olhos de Diamante e
# Desejou poder compartilhar com ele
# Toda a coragem que sentia…

# Finalizado aquele momento,
# Recitou em seu coração
# O poema Invictus de William Henley
# Repetindo muitas vezes:

# “Não importa quão estreito o portal,
# Quão carregada de punições a lista,
# Sou o mestre do meu destino:
# Sou o capitão da minha alma.”

# Voltou então ao seu jardim
# Sentindo-se orgulhosa de sua coragem!

——————————————————————————–
Leia ao som da música Shy, Sonata Arctica!
“Make sure that you can’t see me, hoping you will see me…

# Ao Grande Mestre com carinho…

O pôr-do-Sol…

Por Antoine de Saint-Exupéry
—————————————-

Assim eu comecei a compreender, pouco a pouco, meu pequeno principezinho, a tua vidinha melancólica. Muito tempo não tiveste outra distração que a doçura do pôr-do-sol. Aprendi esse novo detalhe quando me disseste, na manhã do quarto dia:

– Gosto muito de pôr-do-sol. Vamos ver um …
– Mas é preciso esperar.
– Esperar o quê?
– Esperar que o sol se ponha.

Tu fizeste um ar de surpresa, e, logo depois, riste de ti mesmo. Disseste-me:
Eu imagino sempre estar em casa!

De fato. Quando é meio-dia nos Estados Unidos, o sol, todo mundo sabe, está se deitando na França. Bastaria ir à França num minuto para assistir ao pôr-do-sol. Infelizmente, a França é longe demais. Mas no teu pequeno planeta, bastava apenas recuar um pouco a cadeira. E contemplavas o crepúsculo todas as vezes que desejavas. . .

Um dia eu vi o sol se pôr quarenta e três vezes!
E um pouco mais tarde acrescentaste:
Quando a gente está triste demais, gosta do pôr-do-sol …
– Estavas tão triste assim no dia dos quarenta e três?
Mas o principezinho não respondeu.

—————————————————————–
# Ontem eu vi o sol se por quarenta e três vezes…
# Tempo de recomeçar!

Metal Contra as Nuvens

Legião Urbana
——————–

I

Não sou escravo de ninguém
Ninguém, senhor do meu domínio
Sei o que devo defender
E, por valor eu tenho
E temo o que agora se desfaz.

Viajamos sete léguas
Por entre abismos e florestas
Por Deus nunca me vi tão só
É a própria fé o que destrói
Estes são dias desleais.

Eu sou metal, raio, relâmpago e trovão
Eu sou metal, eu sou o ouro em seu brasão
Eu sou metal, me sabe o sopro do dragão.

Reconheço meu pesar
Quando tudo é traição,
O que venho encontrar
É a virtude em outras mãos.

Minha terra é a terra que é minha
E sempre será
Minha terra tem a lua, tem estrelas
E sempre terá.

II

Quase acreditei na sua promessa
E o que vejo é fome e destruição
Perdi a minha sela e a minha espada
Perdi o meu castelo e minha princesa.

Quase acreditei, quase acreditei

E, por honra, se existir verdade
Existem os tolos e existe o ladrão
E há quem se alimente do que é roubo
Mas vou guardar o meu tesouro
Caso você esteja mentindo.

Olha o sopro do dragão…

III

É a verdade o que assombra
O descaso que condena,
A estupidez, o que destrói

Eu vejo tudo que se foi
E o que não existe mais
Tenho os sentidos já dormentes,
O corpo quer, a alma entende.

Esta é a terra-de-ninguém
Sei que devo resistir
Eu quero a espada em minhas mãos.

Eu sou metal, raio, relâmpago e trovão
Eu sou metal, eu sou o ouro em seu brasão
Eu sou metal, me sabe o sopro do dragão.

Não me entrego sem lutar
Tenho, ainda, coração
Não aprendi a me render
Que caia o inimigo então.

IV

– Tudo passa, tudo passará…

E nossa história não estará pelo avesso
Assim, sem final feliz.
Teremos coisas bonitas pra contar.

E até lá, vamos viver
Temos muito ainda por fazer
Não olhe pra trás
Apenas começamos.
O mundo começa agora
Apenas começamos.

————————————————————-
# “Eu sou metal, raio, relâmpago e trovão
# Eu sou metal, eu sou o ouro em seu brasão
# Eu sou metal, me sabe o sopro do dragão”

#E assim é que é…

Fragmentos…

Cristina Leal
——————————————-

Imagens refletidas
Em espelhos distorcidos
Explodem em fragmentos
Pedaço de uma existência

Fragmentos de reflexos
Misturados à distorção
Refazem imagens já perdidas
Entre passado e futuro

Gritos mudos em
Frases desfeitas
Perdem-se nas marcas
Que o sangue não escorre

——————————————————————
# Enquanto o Menino dos Olhos de Diamante
# Dormia em alguma floresta, choveu…
# Passado e futuro se misturaram
# Na dança do vento…
# A Menina Zumbi
# Se encheu de coragem
# E preparou-se para uma longa jornada
# Solitária e  necessária…

————————————————————-
# “You’ve had your last regrets
# Reached your final depths, deepest pits
# Stepped aside for the world to pass you by
# Chose to leave the fear
# You are stuck in a world of deadlocks
# This time it’s real, this time it’s for real…”

# Deadlocked, Tristania

Doode, a rede LINUX de amigos!

por Vitor Micillo Junior

Com a explosão das redes sociais, varias pessoas foram criando comunidades dentro das redes sobre o tema Linux, Linux vs Windows e por ai adiante, era um problema porque eu tinha que fazer meu cadastro em vários lugares para encontrar uma reposta, foi quando em 2010 eu tive uma ideia.

E se eu criar uma rede social dedicada ao LINUX ?

Mas que nome eu daria para essa rede ?

Muitas palavras passaram por minha cabeça, mas a melhor de todas foi Doode, que a pronuncia em inglês significa uma gíria dos surfistas americanos e do Havaí para amigo .

Os dois OO do “doo” juntos significam o símbolo do infinito ou o 8 deitado, que eu acredito que enquanto existirem pessoas no mundo que tenham os ideias de liberdade, estabilidade e conceito vão tornar o sistema operacional Linux eterno.

No dia 03 de julho de 2011 por volta das 03 da manha coloquei o Doode no ar, varias noites sem dormir, vários finais de semana para resolver problemas de programação e integração de vários scripts em PHP. Mas que no final resultou em um ótimo trabalho.

A rede é feita 100% com software livre que engloba: PHP, MySql, Python, Inkscape e Gimp.

Clique aqui e acesse o Doode ou aqui para se cadastrar.

Espero que gostem muito da rede, também espero que ela ajude muitas pessoas assim como fóruns e sites de Linux da vida me ajudarão a ter o conhecimento que tenho hoje.”

——————————————————————————-
[por Vitor Micillo Junior – Criador e idealizador do Doode]

———————————————————————————————————————————
# Ótima rede social: http://doode.com.br
# Contém hoje exatamente 1191 membros… ao infinito e além!!!

# Dia 3 de agosto de 2011 daremos parabéns ao Vitor Micillo pelo primeiro mês da Doode no ar!

———————————————————————————————————————————————-
# Fonte: Comunidade Linux Indaiatuba
# http://softwarelivre.org/omestrebin/comunidadelinuxindaiatuba/doode-sua-nova-rede-linux-de-amigos