Feliz Aniversário “bebê” Doode!

—————————————————————————————
# A Rede Social Doode comemora hoje seu primeiro mês de vida!
# Meus parabéns ao Vitor Micillo pela iniciativa… meus votos são de muito sucesso!

Anúncios

Doode, a rede LINUX de amigos!

por Vitor Micillo Junior

Com a explosão das redes sociais, varias pessoas foram criando comunidades dentro das redes sobre o tema Linux, Linux vs Windows e por ai adiante, era um problema porque eu tinha que fazer meu cadastro em vários lugares para encontrar uma reposta, foi quando em 2010 eu tive uma ideia.

E se eu criar uma rede social dedicada ao LINUX ?

Mas que nome eu daria para essa rede ?

Muitas palavras passaram por minha cabeça, mas a melhor de todas foi Doode, que a pronuncia em inglês significa uma gíria dos surfistas americanos e do Havaí para amigo .

Os dois OO do “doo” juntos significam o símbolo do infinito ou o 8 deitado, que eu acredito que enquanto existirem pessoas no mundo que tenham os ideias de liberdade, estabilidade e conceito vão tornar o sistema operacional Linux eterno.

No dia 03 de julho de 2011 por volta das 03 da manha coloquei o Doode no ar, varias noites sem dormir, vários finais de semana para resolver problemas de programação e integração de vários scripts em PHP. Mas que no final resultou em um ótimo trabalho.

A rede é feita 100% com software livre que engloba: PHP, MySql, Python, Inkscape e Gimp.

Clique aqui e acesse o Doode ou aqui para se cadastrar.

Espero que gostem muito da rede, também espero que ela ajude muitas pessoas assim como fóruns e sites de Linux da vida me ajudarão a ter o conhecimento que tenho hoje.”

——————————————————————————-
[por Vitor Micillo Junior – Criador e idealizador do Doode]

———————————————————————————————————————————
# Ótima rede social: http://doode.com.br
# Contém hoje exatamente 1191 membros… ao infinito e além!!!

# Dia 3 de agosto de 2011 daremos parabéns ao Vitor Micillo pelo primeiro mês da Doode no ar!

———————————————————————————————————————————————-
# Fonte: Comunidade Linux Indaiatuba
# http://softwarelivre.org/omestrebin/comunidadelinuxindaiatuba/doode-sua-nova-rede-linux-de-amigos

Metade


Oswaldo Montenegro
—————————-

Que a força do medo que tenho
Não me impeça de ver o que anseio

Que a morte de tudo em que acredito
Não me tape os ouvidos e a boca
Porque metade de mim é o que eu grito
Mas a outra metade é silêncio.

Que a música que ouço ao longe
Seja linda ainda que tristeza
Que a mulher que eu amo seja pra sempre amada
Mesmo que distante
Porque metade de mim é partida
Mas a outra metade é saudade.

Que as palavras que eu falo
Não sejam ouvidas como prece e nem repetidas com fervor
Apenas respeitadas
Como a única coisa que resta a um homem inundado de sentimentos
Porque metade de mim é o que ouço
Mas a outra metade é o que calo.

Que essa minha vontade de ir embora
Se transforme na calma e na paz que eu mereço
Que essa tensão que me corrói por dentro
Seja um dia recompensada
Porque metade de mim é o que eu penso mas a outra metade é um vulcão.

Que o medo da solidão se afaste, e que o convívio comigo mesmo se torne ao menos suportável.

Que o espelho reflita em meu rosto um doce sorriso
Que eu me lembro ter dado na infância
Por que metade de mim é a lembrança do que fui
A outra metade eu não sei.

Que não seja preciso mais do que uma simples alegria
Pra me fazer aquietar o espírito
E que o teu silêncio me fale cada vez mais
Porque metade de mim é abrigo
Mas a outra metade é cansaço.

Que a arte nos aponte uma resposta
Mesmo que ela não saiba
E que ninguém a tente complicar
Porque é preciso simplicidade pra fazê-la florescer
Porque metade de mim é platéia
E a outra metade é canção.

E que a minha loucura seja perdoada
Porque metade de mim é amor
E a outra metade também.

———————————————————–
# Dizer mais o quê?!
# “E que a minha loucura seja perdoada…”

Sobre o Trabalho

Extraído do livro O Profeta de Kalil Gibran
———————————————————-

 

Depois um operário disse-lhe, Fala-nos do Trabalho.
E ele respondeu, dizendo:

Vós trabalhais para poder manter a paz com a terra e a alma da terra.

Pois ser ocioso é tornar-se estranho às estações e ficar afastado da procissão da vida que marcha majestosamente e com orgulhosa submissão em direção ao infinito.

Quando trabalhais sois uma flauta através da qual o sussurro das horas se transforma em música.

Qual de vós quereria ser uma cana muda e silenciosa, quando tudo o resto canta em uníssono?

Sempre vos disseram que o trabalho é uma maldição e o labor um infortúnio.

Mas eu digo-vos que quando trabalhais estais a preencher um dos sonhos mais importantes da terra, que vos foi destinado quando esse sonho nasceu, e quando vos ligais ao trabalho estais verdadeiramente a amar a vida, e amar a vida através do trabalho é ter intimidade com o segredo mais secreto da vida.

Mas se na dor chamais ao nascimento uma provação e à manutenção da carne uma maldição gravada na vossa fronte, então digo-vos que nada, excepto o suor na vossa fronte, apagará aquilo que está escrito.

Também vos foi dito que a vida é escuridão, e no vosso cansaço fazeis-vos eco de tudo o que os cansados vos disseram.

E eu digo que a vida é mesmo escuridão exceto quando existe necessidade,
E toda a necessidade é cega exceto quando existe sabedoria.
E toda a sabedoria é vã exceto quando existe trabalho,
E todo o trabalho é vazio exceto se houver amor;

E quando trabalhais com amor estais a ligar-vos a vós mesmos, e uns aos
outros, e a Deus.

E o que é trabalhar com amor?

É tecer o pano com fios arrancados do vosso coração, como se os vossos bem amados fossem usar esse pano.
É construir uma casa com afeto, como se os vossos bem amados fossem viver nessa casa.
É semear sementes com ternura e fazer a colheita com alegria, como se os vossos bem amados fossem comer a fruta.
É dar a todas as coisas um sopro do vosso espírito, e saber que todos os abençoados defuntos estão à vossa volta a observar-vos.

Muitas vezes vos ouvi dizer, como se estivesseis a falar durante o sono,

“Aquele que trabalha o mármore e encontra na pedra a forma da sua própria alma é mais nobre do que aquele que trabalha a terra. E aquele que agarra o arco-íris para o colocar numa tela à semelhança do homem, é mais do que aquele que faz as sandálias para os nossos pés.”

Mas eu digo, não no sono, mas no despertar, que o vento não fala mais docemente com o carvalho gigante do que que com a mais ínfima erva; E é grande aquele que, sozinho, transforma a voz do vento numa canção tornada doce pelo seu amor.

O trabalho é o amor tornado visível.

E se não sabeis trabalhar com amor mas com desagrado, é melhor deixardes o trabalho e sentar-vos à porta do templo a pedir esmola àqueles que trabalham com alegria.

Pois se fizerdes o pão com indiferença, estareis a fazer um pão tão amargo que só saciará metade da fome.
E se esmagardes as uvas de má vontade, essa má vontade contaminará o vinho com veneno.
E se cantardes como anjos mas não apreciardes os cânticos, estareis a ensurdecedor os ouvidos do homem às vozes do dia e às vozes da noite.
———————————————————————————————————————-
# A importância de fazer as coisas com amor é enorme… o produto final de um trabalho
# feito com paixão tem um brilho especial não apenas para quem o realizou, mas para
# qualquer um que tenha o mínimo de sensibilidade!